segunda-feira, 13 de outubro de 2008

COMENTÁRIOS SOBRE A SELEÇÃO BRASILEIRA

A seleção brasileira de futebol venceu a Venezuela hoje por 4x0, em San Cristóbal. Até aí, tudo normal, é o que tem acontecido sempre que vamos jogar lá nas eliminatórias - sempre vencendo com goleada. Para alguns, especialmente os defensores do Dunga, é mais uma coincidência que demonstra que seu trabalho não deixa a desejar em relação aos trabalhos de outros técnicos (Parreira, Felipão, Luxemburgo), que sofreram nas eliminatórias, nas sempre golearam a Venezuela na última rodada (tudo bem que hoje ainda era apenas o final do primeiro turno) e acabaram se classificando. Mas para mim algumas coisas são sintomas de que não é bem assim. Posso até estar exagerando, mas vamos lá:

1) Por mais incrível que pareça, havia certa preocupação com esse jogo. Não era visto como 3 pontos garantidos. E isso por causa da derrota para os venezuelanos naquele amistoso em Boston há alguns meses. Isso mesmo: a VENEZUELA CAUSOU PREOCUPAÇÃO! Nem adianta vir com aquela história de que "não tem mais bobo no futebol mundial" - não nesse caso. Como diria um certo colunista americano que costumo ler: "Senhoras e Senhores, a Era Dunga!"

2) A cena da bandeira brasileira sendo queimada por torcedores venezuelanos me deixou abismado, inconformado. Imaginem se, durante o tal amistoso em Boston, aparecesse uma bandeira venezulena sendo queimada na arquibancada por espectadores americanos... qual seria a reação do Hugo Chavez? No nosso caso, entendo que nosso "líder" Lula teria obrigação de, no mínimo exigir um pedido de desculpas para seu "amigo" Chavez. Obviamente, isso não vai acontecer, o que é mais que lamentável.

Voltando ao jogo, os Venezuelanos cairam na besteira de, empolgados com a vitória naquele amistoso, tentar jogar de igual pra igual e fizeram exatamente o que o time do Dunga mais queria: deixar o contra-ataques à disposição. E foi assim que construimos a goleada. Pelo amor de Deus, por mais que o Kaká, vencedor do último prêmio de melhor mundo, seja realmente o grande jogador brasileiro e realmente faz a diferença no time, se empolgar com uma vitória dessa é realmente um exagero. Após o jogo já ouvi comentaristas e repórteres voltando a exaltar o trio Robinho-Kaká-Adriano, que reencontrou o futebol da Copa das Confederações de 2005, e coisas do tipo. Calma aí! Vamos ver o que acontece na quarta-feira, contra uma Colômbia que fatalmente se apresentará toda retrancada, não dando o espaço que o Brasil encontra fora de casa. Lembrem-se do que aconteceu após a última vitória contra o Chile, fora de casa e o jogo seguinte, em casa, contra a Bolívia.

.

3 comentários:

Anônimo disse...

Vai Brasil! Agora vai! 4x0 ninguém mais segura a seleção canarinho! Como diria o farsante Zagallo: a amarela pesa!
Abrax
Balu

Vitor disse...

Deixem o Dunga em paz... pelo menos em 2008 e no 1o semestre de 2009!!!

Ronalto disse...

Pô, Vitor, escreve logo "não tirem o Luxa do Palmeiras"...