quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

OS ATLETAS DA DÉCADA - BRASIL

Pra não dizer que esqueci das mulheres: Marta (futebol), Janeth (basquete), Fofão (vôlei), Maurren Maggi (atletismo) e Daiane dos Santos (ginástica artística) em alguma ordem marcaram seus nomes na história esportiva do país.

10. Diego Hypólito (Ginástica Artística)
Junto com Daiane dos Santos, colocaram o Brasil no mapa da ginástica artística, tendo sido campeão mundial no solo em 2005 e em 2007, além de vários títulos em etapas da Copa do Mundo de ginástica. Não fosse o erro em Pequim estaria algumas posições acima nessa lista, mas não deixa de merecer a citação.

9. Kaká (Futebol)
Melhor jogador de futebol do mundo em 2007 e um atleta realmente diferenciado.

8. Leandrinho (Basquete)
Seu prêmio de melhor sexto homem da NBA, conquistado em 2007, significa MUITA COISA e, infelizmente, não teve a devida repercussão aqui no Brasil. Uma pena que esse talento incrível não possa ter contribuído mais para a seleção brasileira, principalmente pela bagunça que o basquete brasileiro foi nos últimos tempos.

7. Ronaldinho (Futebol)
O que ele fez entre 2002 e 2005 foi impressionante. Desde aquela atuação histórica contra a Inglaterra nas quartas-de-final da Copa do Mundo de 2002 (mesmo se considerarmos a expulsão), deixou sua marca como um dos maiores talentos do futebol quando passou pelo Barcelona e foi eleito o melhor jogador do mundo em 2004 e 2005. Infelizmente fracassou com a seleção em 2006 e nunca mais voltou a ser sombra do jogador que foi.

6. Robert Scheidt (Iatismo)
Conseguiu deixar sua marca numa modalidade sem a menor popularidade, com a medalha de outro nos Jogos Olímpicos de Atenas em 2004 (já havia conquistado o ouro em 1996, em Atlanta) e o octacampeonato mundial na Classe Laser, além da medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008 e o título mundial na Classe Star em 2007.

5. Giba (Voleibol)
O melhor jogador da equipe mais dominante do mundo na última década não poderia ficar de fora dessa lista.

4. Rogério Ceni

O que ele fez pelo São Paulo o transformou no maior jogador da história do clube, não só por ser um goleiro diferenciado, que teve que disputar a preferência dos técnicos da seleção brasileira com outros dois goleiros fantásticos (Dida e Marcos), mas também pela liderança dentro e fora de campo, pelos mais de 80 gols marcados e como o principal jogador do time nas conquistas de 2005 (Libertadores e Mundial de Clubes) e o tricampeonato brasileiro de 2006, 2007 e 2008. Ainda tenho convicção que 1) em qualquer outro país do mundo ele teria sido o titular absoluto da seleção nacional por muitos anos e 2) se em 2005 ele jogasse o que jogou em um clube de ponta europeu teria sido NO MÍNIMO bola de prata da FIFA. Obviamente os não-sãopaulinos postarão comentários raivoso...


3. Ronaldo
Ao lado de Zidane, um dos dois maiores jogadores de futebol do mundo nos últimos 20 anos. Fez história na Copa do Mundo de 2002, exorcizando todos os fantasmas que o assombraram após 1998. Novas contusões nos privaram de presenciar mais atuações memoráveis, mas Ronaldo significa tanto para a minha geração que me obrigou a ficar muito feliz ao ver atuações incríveis de um jogador vestindo a camisa do Corinthians. E se ele fez isso na forma em que se encontra, imaginem como seria se estivesse com uma condição física adequada...


2. César Cielo (Natação)
Já está se posicionando como um dos maiores nomes da natação mundial em todos os tempos. Após o ouro olímpico em 2008 nos 50m, neste ano conquistou o campeonato mundial nos 50m e nos 100m (com direito a recorde mundial nos 100m) e na última semana unificou a posse dos recordes mundiais das duas provas mais rápidas da natação, quando cravou 20”91 na piscina do Clube Pinheiros em São Paulo.




1. Gustavo Kuerten (Tênis)
Guga já havia conquistado Paris em 1997 e em 2000 e conquistou o mundo assumir a liderança do ranking no final de 2000, ao vencer a Masters Cup. Ainda venceria Roland Garros novamente em 2001 antes de começar a sofrer com o excesso de contusões, sobretudo nos quadris. Nunca mais voltou a ser o mesmo, mas já estava garantido como um dos maiores atletas da história do Brasil.

5 comentários:

Tati disse...

Não acredito!! Giba do 'fôlei' está no seu TOP 10!!! Ebaaaaa... :)

Danilo Balu disse...

4 boleiros... naaaaaao! Giba? Naaaaaao! Torben Grael de fora? Daiane de fora??? Nenhum judoca (Derli)??

Anônimo disse...

E o Torben??? E o Lars com uma perna só?

Ronalto disse...

Torben Grael, Thiago Camilo e Emanuel ficaram de fora no corte final... seriam os números 11, 12 e 13 se a lista fosse maior... fazer essas listas não é nada fácil...

ART PERCEPTIONS disse...

Rogerio Ceni em quarto é realmente cruel...

O Falcão do Futsal ficou pelo menos entre os 20?